Loading...

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Ladrões de banco sequestram gerente


Bancária, o marido dela e uma empregada doméstica foram surpreendidos em casa no início na manhã, em Caeté
Publicado no Super Notícia em 06/02/2013


FOTO: FOTOS LEO FONTES
Dois suspeitos foram presos após trocarem tiros com a polícia na BR-381; reféns foram soltos em Curvelo
Um sequestro mediante tentativa de extorsão contra uma gerente do Santander, na manhã de ontem, em Caeté, na região metropolitana de Belo Horizonte, levou à prisão dois integrantes de uma quadrilha interestadual especializada nesse tipo de crime. Um terceiro suspeito de participar da ação conseguiu fugir e até a noite não havia sido identificado e preso.

De acordo com a Polícia Militar (PM), era por volta de 6h40, quando o filho da bancária, de 10 anos, saiu de casa em uma van para a escola. Em seguida, os três suspeitos invadiram a casa. "A bancária ainda dormia na cama, o marido dela estava no banheiro e a empregada preparava o café na cozinha quando foram surpreendidos pelos suspeitos", contou a tenente coronel Cláudia Romualda, comandante da 3ª Região da Polícia Militar (RPM).

Segundo a tenente coronel, após render as vítimas, o suspeito não identificado saiu da casa com o mecânico, marido da bancária, e a funcionária da residência, em um carro da família, uma caminhonete Hilux. Enquanto isso, Darlan de Souza Milagres, de 39 anos, e André Soares Costa, de 38 anos, seguiram com a gerente para a agência do banco, perto da residência.

"Os dois suspeitos entraram no banco com a mulher e renderam dois vigilantes, de quem roubaram as armas, além de uma faxineira e outro gerente", explicou Cláudia Romualda. Devido a um problema técnico, os funcionários não conseguiram abrir o cofre e retirar o dinheiro, como foi exigido pelos suspeitos.

Durante a ação, o telefone da agência tocou várias vezes, mas como demorou para ser atendido, acabou chamando a atenção de quem ligava, provavelmente um outro funcionário do banco, que acionou a PM.

Diante da impossibilidade de levar o dinheiro, os suspeitos saíram da agência com a bancária no carro dela, um Palio Wekeend. Como a placa já havia sido repassada pelas outras vítimas, a PM começou a rastrear o carro. Na BR-381, eles foram flagrados por duas viaturas, que passaram a persegui-los, no sentido Belo Horizonte. No bairro Bom Destino, em Sabará, eles jogaram o carro em um barranco, fugindo para um matagal, onde acabaram presos. A mulher foi resgatada do carro sem ferimentos.
Quadrilha investigada
A 4ª Delegacia Especializada de Repressão às Organizações Criminosas (Deroc) já investigava a ação da quadrilha. Segundo o delegado Wanderson Gomes da Silva, em agosto de 2012, Darlan de Souza Milagres teria participado do sequestro de um gerente de um banco de Lagoa da Conceição, em Santa Catarina, que terminou com um roubo de R$ 500 mil da agência. "O Darlan se vestia bem para não chamar a atenção das vítimas e era considerado uma mão de obra especializada da quadrilha", disse.

Segundo o delegado, na madrugada de ontem, a Deroc recebeu a informação de que o grupo iria agir na região metropolitana. Várias equipes da delegacia ficaram espalhadas pela cidade e assim que receberam a informação do sequestro da gerente passaram a perseguir os suspeitos, numa ação que também envolveu o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), a Rondas Ostencivas com Cães (Rocca), o Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam). "Essa integração foi fundamental para o êxito da ação", afirmou o comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE), coronel Antônio de Carvalho. (RV)
Gerente de banco é vítima de golpe do sapatinho
Publicado no Jornal OTEMPO em 06/02/2013
FOTO: LEO FONTES
Suspeito participou de sequestro em Santa Catarina, diz delegado
O sequestro de uma gerente bancária, no chamado golpe do sapatinho (quando a intenção é que o funcionário saque dinheiro no banco), ontem, em Caeté, na região metropolitana, levou à prisão de dois membros de uma quadrilha interestadual, especializada no crime. Ainda não identificado, um terceiro envolvido fugiu. "A bancária dormia, o marido (um mecânico) estava no banheiro e a empregada fazia café quando foram surpreendidos pelos suspeitos", contou a tenente-coronel Cláudia Romualdo, da Polícia Militar.

Um terceiro suspeito rendeu as vítimas e saiu da casa com o homem e a doméstica, em uma caminhonete da família, enquanto Darlan de Souza Milagres, 39, e André Soares Costa, 38, foram para o banco, próximo ao imóvel, com a gerente, no carro dela. "Na agência, os dois renderam dois vigilantes, de quem roubaram as armas", explicou Cláudia. A PM foi acionada por alguém que ligou para o banco várias vezes e não foi atendido.

Sem levar o dinheiro, devido a um problema técnico para abrir o cofre, os suspeitos saíram da agência com a bancária. Rastreado, o veículo foi flagrado na BR-381, por duas viaturas, que passaram a persegui-lo. Em Sabará, na região metropolitana, Milagres e Costa jogaram o carro em um barranco e foram presos em um matagal. Sem ferimentos, a mulher foi resgatada, e o mecânico foi abandonado pelo terceiro suspeito entre Paraopeba e Sete Lagoas.

Segundo o delegado Wanderson Gomes da Silva, a 4ª Delegacia Especializada de Repressão às Organizações Criminosas já investigava a ação da quadrilha.

Um comentário:

  1. que deus os abençoe e ilumine seus caminhos para que seje homens de bem


    ResponderExcluir

O espaço de comentários do blog são moderados.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More